Nostalgia do futuro I

por Juliana Damazio

Para ele eu queria dizer as palavras mais lindas do mundo, as que fizessem comque ele acreditasse, as que fizessem com que ele entendesse, com que ele sentisse. Palavras flores, palavras sol, palavras sim. Mas minha voz sai seca, rouca, distante. Presa das minhas angústias intermináveis, minha voz sai espinho.

Anúncios